Quarta, 16 de agosto de 2017
"Quem se fixa na escuridão não consegue ver o brilho e a exuberância das estrelas" (Ap. Sinomar).

Testemunho da Apª Elizabeth

Para quem já estava acostumado a ouvir belos testemunhos, o de Domingo, dia 23, da Apóstola Elizabeth, foi emocionante e comprovou que o nosso Deus é um Deus de milagres. Para os visitantes que vieram a pedido dos amigos puderam ouvir um testemunho capaz de transformar suas vidas. E foi o que aconteceu. Muitas pessoas aceitaram a Jesus depois de saberem que Ele é o único capaz de fazer maravilhas.
 
O culto especial de Domingo foi marcado por uma programação dinâmica. A chegada do Encontro com Deus da Nação Jovem deixou o louvor ainda mais abençoado. Brindes como celulares e eletrodomésticos foram sorteados para os visitantes que receberam um número no início do Culto. Durante a entrega da oferta, uma coreografia do grupo de dança da igreja local com a música Eu sou de Jesus, do cantor Lázaro, animou quem veio honrar a Deus com a entrega de sua oferta.
 
O momento do testemunho da Apª. Elizabeth foi muito esperado. A Apóstola contou, desde o início, como foi o período em que ficou doente e o milagre da cura. Fortes dores abdominais marcaram a presença de um tumor duplo nas trompas do tamanho de uma laranja, raríssimo: 29 casos registrados em todo o mundo. O câncer descoberto na Apª. Elizabeth, que marcara o 30º caso já visto, tinha um plano de existência. Depois de uma biópsia que comprovou a presença do tumor, a Apóstola conta que parecia que um decreto de morte estava sobre sua vida. “Depois que oramos com meus filhos em casa e eles foram embora, eu chorei muito. Parecia que a sombra da morte queria me encobrir” revela.
 
Mas essa sensação de sentença não foi o suficiente para que ela não tivesse fé em Deus e entregasse os pontos. Com uma força que veio do céu, a Apóstola decidiu continuar com sua alegria de viver e entregar sua vida completamente nas mãos de Deus para que Ele cumprisse Seu propósito. “Depois de ter chorado e chorado, liguei para um de meus filhos e disse que não queria vê-los tristes mais porque eu tinha decidido que não ia perder minha alegria de viver em Cristo” conta emocionada.
 
A partir daí, a rotina dos médicos foi sendo feita, como a cirurgia dolorida que tinha o objetivo de “limpar” a região afetada, e também as sessões de quimioterapia. A Apóstola conta que a queda do cabelo foi muito difícil, e suas palavras emocionaram quem estava presente. “Não sabia que o cabelo era tão importante para uma mulher. Meu cabelo estava caindo muito em minhas mãos. Minha cabeleireira, então, foi até minha casa e começou a raspá-lo. Na hora, ela e o Apóstolo choravam sem parar. Foi muito difícil para nós” detalha.
 
No mesmo instante, uma peruca, do jeitinho de seu cabelo natural, foi comprada. As sobrancelhas foram refeitas com maquiagem e a alegria da Apóstola continuava praticamente intacta. Durante as quimioterapias, palavras e cartas proféticas chegavam até ela. Visitas de autoridades chegavam até sua casa. Pessoas pagando um preço com jejum e oração para sua cura. A Apª Elizabeth declarou, também, que hoje, mais do que nunca, ama sua família, seu esposo, Ap. Sinomar principalmente, que estava 24 horas ao seu lado.
 
Mais tarde, os exames foram refeitos e, milagrosamente, nada havia de enfermidade em seu corpo. O testemunho de cura da Apóstola foi marcado com a declaração: Eu estou curada! O propósito de Deus de alcançar pessoas por meio deste relato tem se cumprido. A oração pelos enfermos feita no final do culto também trouxe cura e restauração. A fidelidade de Deus para quem confia Nele mostra que, mais do que ninguém, e acima de tudo o que há, Ele ama quem n’Ele deposita sua fé.
 
Por Mayara Calácio
© 2010 - Todos os direitos reservados Ministério Apostólico Luz para os Povos
www.luzparaospovos.org.br   webdesigner: cristiano souza   sistema: coweb