Quarta, 13 de dezembro de 2017
"A educação que exclui Deus do seu bojo acaba formando verdadeiros monstros, e não homens. O mundo está coalhado de bandidos educados" (Ap. Sinomar).

Ansiedade ou Descanso

Referência Bíblica: Mateus 6:25-34; Filipenses 4:6; I Pedro 5:7
 
Depois da salvação e do batismo com o Espírito Santo, a coisa mais importante na nossa vida é entrar na paz sobrenatural.
 
Paz não é ausência de dificuldades, mas é como se Deus nos puxasse da conturbação do mundo, dos problemas, das dificuldades, e nos colocasse numa sala de paz, alegria, animo e descanso. Um lugar onde a mente humana não pode entender, pois a paz do Senhor em nós excede todo nível de entendimento.
 
Muitas vezes as preocupações, as vozes das aflições e das pessoas são tantas, que não conseguimos ouvir a voz de Deus, precisamos entrar na sala de paz para ouvir a Deus. Isso é uma conquista. A paz alcançada em Deus é mais forte do que toda confusão de Satanás ao nosso derredor.
 
1 - Como alcançar a paz que excede todo entendimento
 
Por fé – Declarar a palavra até que ela se transforme em fé, vigiando a mente, as palavras e a alma.
 
Depositar os fardos na cruz do calvário – Lançar sobre Ele a nossa ansiedade. Confessar a ansiedade. “A minha ansiedade não te é oculta” (Sl 38:9).
 
Tomar o fardo de Jesus e carregar o jugo suave (Mt 11:28-30) – Faça uma troca. O jugo ou canga é o que se coloca no pescoço de bois para trabalhar, normalmente se coloca um boi mais velho com um boi novo, para que este mais novo aprenda a andar junto com o seu companheiro. O jugo de Jesus nos ensina a trabalhar para Ele com amor, sem feridas, sem desviar para os lados, trabalhar em discipulado.
 
Orando o tempo todo em harmonia com a Palavra de Deus – Tomando posse das promessas. Se Deus nos diz que alguma coisa é nossa, então ela é nossa. Precisamos crer e tomar posse do que já é nosso em Cristo Jesus. Depois da oração em harmonia com a Palavra, comece a louvar a Deus, porque o louvor liberta a nossa alma. O louvor é a expressão da fé. Quando você começa a oração com a Palavra de Deus, já começa com a resposta. Podemos ver isso no Salmo 23. O salmista não fica choramingando, ele ora a resposta. Orar em línguas também é outra arma poderosa para sair da ansiedade e ser edificado.
 
Isaías 28:11 Nos fala de um caminho de descanso. Quando oramos em línguas damos passos para fora da nossa ansiedade a caminho daquele lugar secreto, da nossa sala de paz, um espaço no coração do Pai. Quando oramos em línguas damos oportunidade para que o Espírito Santo que habita em nós, ore por nós (Rm 8:26): “O Espírito nos assiste em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira, com gemidos inexprimíveis.”
 
Vigiar a alma (Salmo 42) – Há uma briga constante da alma com o espírito. Está na hora de vivermos no nível sobrenatural.
 
Ser um crente intragável para o inferno (I Pe 5:8-9) – O diabo está à procura de alguém para tragar ou devorar este é o serviço dele. Se ele anda a procura, é porque ele não pode tragar a todos. O ansioso de alma é presa fácil do inimigo.  Que tipo de crente que você é?
 
Satanás não pode nos devorar quando estamos na sala de paz. Ele pode nos jogar uma decepção, uma enfermidade, uma circunstância inesperada, mas se permanecemos na paz sobrenatural, alegres, cheios de fé, confessando a Palavra, firmes na visão de Deus para nós, o diabo é que tem que correr porque ele não suporta a paz.
 
Diante da grandeza e soberania do Senhor nós precisamos permanecer humildes e pequeninos. Diante do inimigo, temos que ser corajosos e mais que vencedores usando sempre o nome de Jesus.
 
CONCLUSÃO
 
A ansiedade nos leva a tomar caminhos que não são os caminhos de Deus. No afã de resolver os problemas por nossa força, pelas vozes da confusão ao nosso derredor, não ouvimos a voz de Deus e precipitamos em nossas atitudes trazendo conseqüências terríveis para a nossa vida. Podemos ver esse exemplo nos jovens que se precipitam em relacionamentos fora dos princípios da Palavra, que saem do emprego porque está ganhando pouco sem ter um outro, etc.
 
A ansiedade rouba a presença de Deus em nós, rouba a nossa fé, nos traz insatisfação com tudo e todos; nos abate, nos coloca em baixa como fracassados. Hoje o Senhor quer nos libertar da ansiedade e nos introduzir na sala de descanso.
 
Descanso é estar na tempestade sem se preocupar com os seus efeitos. Não é acomodação ou preguiça, mas é viver a vida normal de trabalho, família, discipulado, células mas ao mesmo tempo estar alerta, ligado com os céus e agindo em fé, nos mínimos detalhes da vida.
 
Vamos confessar a nossa ansiedade, vamos nos libertar das prisões que tem prendido a nossa vida e dar um basta às mentiras de Satanás. Que tipo de crente somos nós – tragáveis ou intragáveis? Vamos devorar a ansiedade declarando a Palavra de Deus.
© 2010 - Todos os direitos reservados Ministério Apostólico Luz para os Povos
www.luzparaospovos.org.br   webdesigner: cristiano souza   sistema: coweb