Sábado, 24 de junho de 2017
"Deus, em sua sabedoria, faz com que as mais belas rosas nasçam entre espinhos para que não sejam soberbas" (Ap. Sinomar).

Não Pare!

“...e, por se multiplicar a iniqüidade, o amor se esfriará de quase todos. Aquele, porém, que perseverar até o fim, esse será salvo” (Mateus 24:12-13)
 
 
Em 1776, James Cook, capitão da marinha britânica, foi encarregado por seu país de liderar uma expedição na costa norte do Canadá. A expedição zarpou de Plymouth, Inglaterra, no dia 12 de Julho de 1776. Entre seus integrantes estava o Dr. Solander, um biólogo evangélico sueco, cuja responsabilidade era fazer observações científicas. A expedição pesquisou a área em torno do Estreito de Bering. Ali um grupo, sob o comando do tenente Hodder, e incluindo o Dr. Solander, desembarcou e dirigiu-se para o interior.
 
Uma prematura tempestade de inverno apanhou de surpresa aqueles homens longe do porto (base) cerca de 30 quilômetros, ameaçando-os de morrerem congelados. Devido à sua experiência com temperaturas baixas em seu país natal, o Dr. Solander reuniu os homens e advertiu-os acerca dos perigos da hipotermia (morrer congelados).
 
- Precisamos urgentemente voltar ao acampamento sem uma única parada - disse ele. Nosso grande perigo, se pararmos, pode acontecer de adormecer e não acordar nunca mais.
 
- Mas acho que ficaremos terrivelmente cansados - comentou Hodder, o tenente.
 
- É lógico que vamos ficar muito cansados - disse Solander. Quando o sangue começar a esfriar, os homens implorarão um pouco de descanso. Não permita que se detenham uma só vez. Incite-os com golpes, com baionetas, se for preciso. Não os deixe ceder ao desejo de dormir, pois isso será fatal.
 
Os membros do grupo de Hodder atenderam à admoestação do doutor e voltaram à base no porto, chegaram super exaustos porque ultrapassaram seus limites físicos, mas sem perder um homem.
 
Há momentos que não podemos parar, pelo contrário, temos que continuar mesmo que debaixo de muita resistência para poder vencer as tempestades da vida. Há muitos que estão frios porque preferiram aquilo que parecia ser mais fácil. O diabo tem colocado na mente de alguns, pensamentos do tipo: “Vou dar um tempo!”; “Vou ficar no banco!”; “Vou sair do discipulado!”; “Não quero mais cobrado!”; “Agora vou ficar só de boa!”
 
Jesus advertiu-nos de que, ao aproximar-se o fim dos tempos, a iniqüidade aumentaria e o amor de muitos de Seus seguidores se esfriaria. Vemos que isso ocorre hoje: cristãos adormecendo enquanto se conformam mais e mais com a falta de compromisso e com os padrões do mundo.
 
O que podemos fazer para evitar esse fim? Não pare por nada!
© 2010 - Todos os direitos reservados Ministério Apostólico Luz para os Povos
www.luzparaospovos.org.br   webdesigner: cristiano souza   sistema: coweb