Terça, 24 de outubro de 2017
"Quem se fixa na escuridão não consegue ver o brilho e a exuberância das estrelas" (Ap. Sinomar).

DESCOBRINDO A IDENTIDADE

Para mostrar nos séculos vindouros as abundantes riquezas da sua graça pela sua benignidade para conosco em Cristo Jesus. Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. (Efésios 2:7,8).

Portanto, lembrai-vos de que vós noutro tempo éreis gentios na carne, e chamados incircuncisão pelos que na carne se chamam circuncisão feita pela mão dos homens; Que naquele tempo estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo. Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto. (Efésios 2:11-13).

Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos santos, e da família de Deus; (Efésios 2:19).

INTRODUÇÃO – Milhares sofrem por não saberem quem são seus pais – chamamos essas pessoas de órfãos. Mas existe uma orfandade ainda mais grave: É a orfandade espiritual.

PRIMEIRA PARTE:

  • Quando descobrimos a nossa filiação divina, descobrimos que aí reside a fonte de todas as bênçãos materiais e espirituais.
  • Reconhecer essa filiação e assumi-la é um fator decisivo em nossas vidas.
  • O nosso sucesso depende desse entendimento – não depende do tempo de igreja.
  • O “Filho Pródigo” morava na casa do Pai, mas não desfrutava de suas bênçãos e nem de sua presença.
  • Muitos não conhecem o privilégio de serem filhos de Deus – Deus tem um tesouro incomparável para seus filhos, mas muitos nunca abrem a “tampa deste baú” – o verdadeiro “Baú da Felicidade”.
  • Olhe sua carteira de identidade. Ali está claro que você é filho do senhor e da senhora (nome dos pais).
  • Agora, espiritualmente, quem é o seu Pai? Precisamos saber isso – Qual é a sua filiação? Precisamos compreender quem somos nós.
  • Quando temos um problema, procuramos o nosso pai (um conselho, uma ajuda financeira…). Mas quem não tem pai, não tem a quem recorrer. Isso é péssimo! – Aqueles que não se tornam filhos de Deus através de Jesus, são órfãos espirituais. – Não estou falando do nascimento natural; estou falando do novo nascimento. Ex: Nicodemos e Jesus (Jo 3:5).
  • O texto declara que o novo nascimento é obra do Espírito Santo e da Palavra. – Esses dois agentes da salvação operam juntos. É um segundo nascimento (leia Jo 1:12). Quando a Palavra de Deus penetra o nosso espírito; quando a graça de Deus nos envolve, começamos a reviver e aí acontece o milagre da salvação. Isso é tremendo! Pela graça… (Ef 2:8-9). Veja o que Paulo escreveu aos Rm 8:15-17.
  • Então Deus já planejou tudo. Agora, através de seu Filho, temos uma única identidade. Já não temos mais compromisso com as trevas.
  • Mas ouça: O maligno adota a todos que estão no mundo, sem filiação. É por isso que Jesus disse: “Vós sois filhos do Diabo” (Jo 8:44).
  • Não existe meio termo: Ou somos de Deus, ou somos adotados pelo Maligno.
  • Hoje Satanás não pode questionar uma pessoa que tem filiação Divina.
  • É incrível, mas quem já foi selado pelo Espírito Santo tem convicção de que é Filho de Deus – Ouça esta Escritura: Rm 8:16. “O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus”.
  • Quem ainda não tem essa nova identidade, poderá tê-la hoje mesmo. A Bíblia diz: Quem está em Cristo é uma nova criatura e pode tomar posse de todas as bênçãos e privilégios advindos dessa filiação. Mas também existe um compromisso muito sério (1 João 2:4-6). Aquele que diz:

Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade. Mas qualquer que guarda a sua palavra, o amor de Deus está nele verdadeiramente aperfeiçoado; nisto conhecemos que estamos nele. Aquele que diz que está nele, também deve andar como ele andou.

  • Veja: Andar como Ele andou – ter a mesma visão – ter consciência do chamado…

SEGUNDA PARTE:

Bem, o sentimento que mais deprime uma pessoa é o sentimento de orfandade. – É triste quando na identidade consta apenas o nome da mãe. Às vezes é o pai que não assume …. Outros são crianças colocadas em orfanatos…. Outros são órfãos de pais vivos… e muitos bebês recém-nascidos são colocados em latas de lixo ou na porta de alguém. Isso é muito triste!

  • Filhos indesejados, rejeitados, abandonados. Essas pessoas ficam marcadas para sempre. Na identidade deles está constando: “Pais desconhecidos. ”
  • A boa notícia de hoje: Não importa quem foi o seu pai biológico, existe um Deus cheio de amor e bondade – cheio de misericórdia, que quer fazê-lo seu filho ainda hoje – hoje Deus quer adotá-lo e lhe dar uma nova identidade. – Nosso Pai celeste, nunca nos abandona. Ele não se ausenta e jamais nos desampara. Ouça o que Deus disse ao profeta Isaías

Porém Sião diz: Já me desamparou o Senhor, e o meu Senhor se esqueceu de mim. Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti. (Isaías 49:14,15).

Muitos têm medo da morte e do futuro. O Espírito Santo hoje quer livrá-lo de toda insegurança. Ele quer ser o seu verdadeiro Pai e quer que você se assente com Ele à mesa.

  • Jesus, desde o início ensinou aos seus discípulos a chamar Deus de Pai. – Na oração do “Pai Nosso”, Jesus falou em aramaico (o hebraico não possui uma palavra capaz de traduzir a intimidade do coração do Pai), a expressão “ABA PAI”, carrega a força do amor e do cuidado do único Pai Perfeito e cheio de compaixão. – Pare de buscar a Deus apenas como um ser superior – o lá de cima – o arquiteto do Universo.
  • O maior privilégio de um filho é assentar-se no colo do Pai, quando e onde quer (dê exemplo).
  • Hoje através do sangue de Cristo, cada um de nós tem acesso ao trono do Pai – Jesus abriu para nós um novo e vivo caminho – Ninguém pode criar outro caminho ou atalhos… Veja que linda promessa está em Hebreus 4:16:

Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno.

ORAÇÃO:

Sou filho – tenho direito à vida eterna – tenho direito à fé que move montanhas – tenho poder para vencer todo o mal. Em Nome de Jesus posso fazer coisas incríveis – sou co-herdeiro com Cristo de toda herança espiritual e tenho direito ao céu. Meu tempo de ignorância e escravidão termina hoje.

Vamos ler – de pé – 1 João 3:1

Vede quão grande amor nos tem concedido o Pai, que fôssemos chamados filhos de Deus. Por isso o mundo não nos conhece; porque não o conhece a ele.



© 2010 - Todos os direitos reservados Ministério Apostólico Luz para os Povos
www.luzparaospovos.org.br   webdesigner: cristiano souza   sistema: coweb