Segunda, 20 de novembro de 2017
"Precisamos seguir as pegadas de um Deus sonhador e não parar de sonhar, nunca." (Ap. Sinomar)

JESUS E A MULTIDÃO

 INTRODUÇÃO - No Próximo domingo celebraremos a Páscoa, então é bem sugestivo nós estudarmos a respeito dos passos de Jesus na Galiléia, onde Ele iniciou seu ministério e onde aconteceram vários milagres. Jesus foi criado nesta região, por isso era chamado de Galileu.

INFORMAÇÕES AUXILIARES - Grande parte do ministério de Jesus decorreu às margens do lago de Genesaré (ou mar da Galiléia, ou ainda Mar de Tiberíades).  O lago tem 22 km de comprimento por 12 km de largura. É o lago de água doce mais baixo do mundo, situando-se 213 m (em média) abaixo do nível médio das águas do mar. A sua profundidade máxima é de 43 m.

Naqueles tempos, havia uma faixa de povoamentos à volta do lago e muito comércio e transporte por barco. No entanto, sabe-se que a Galileia era uma região pobre.

------ O ------

Mar da Galiléia – muitos acontecimentos da vida de Jesus se deu neste mar, como:

·        Jesus recrutou quatro dos seus apóstolos nas margens do mar da Galiléia: o pescador Pedro e seu irmão André, e os irmãos João eTiago.

·        O Sermão da Montanha, teve lugar numa colina com vista para o lago.

·        O evento de Jesus andar sobre as águas.

·        Em outra ocasião Jesus estava dormindo no barco e veio uma tempestade e Jesus levantou os braços e disse para as águas se acalmarem. As pessoas diziam: Quem é este que até o mar lhe obedece?

Mas hoje queremos lembrar um acontecimento que nos mostra a relação de Jesus com a multidão.

Texto: Lucas 9:10-17

Ao voltarem, os apóstolos relataram a Jesus o que tinham feito. Então ele os tomou consigo, e retiraram-se para uma cidade chamada Betsaida;

·        Esta cidade não existe mais. Tem apenas algumas ruínas.

11 - Mas as multidões ficaram sabendo, e o seguiram. Ele as acolheu, e falava-lhes acerca do Reino de Deus, e curava os que precisavam de cura.

12 -  Ao fim da tarde os Doze aproximaram-se dele e disseram: "Manda embora a multidão para que eles possam ir aos campos vizinhos e aos povoados, e encontrem comida e pousada, porque aqui estamos em lugar deserto".

·        Jesus, temos um problema. Estamos diante de 5000 homens (mais ou menos 12.000 pessoas incluindo mulheres e crianças), sem comida.

13 - Ele, porém, respondeu: "Dêem-lhes vocês algo para comer". Eles disseram: "Temos apenas cinco pães e dois peixes — a menos que compremos alimento para toda esta multidão".

14 - ( E estavam ali cerca de cinco mil homens ). Mas ele disse aos seus discípulos: "Façam-nos sentar-se em grupos de cinquenta".

·        Jesus transforma a multidão em pequenos grupos de cinquenta.

·        Na multidão ninguém percebe o outro, mas no grupo menor você percebe a face do outro, a necessidade do outro, o sofrimento do outro.

15 - Os discípulos assim fizeram, e todos se assentaram.

16 - Tomando os cinco pães e os dois peixes, e olhando para o céu, deu graças e os partiu. Em seguida, entregou-os aos discípulos para que os servissem ao povo.

·        Era uma multidão de 12.000 pessoas mais ou menos, Ele tem cinco pães e dois peixes. Ele não olhou para o desafio, Ele olhou para o céu.

·        Quando você começa a olhar para as dificuldades e contabilizar os recursos, o desafio é maior, mas se você olha para cima, para o céu tudo se torna diferente.

·        Jesus mandou que servissem os pães e os peixes.

·        Imagine os discípulos distribuindo os alimentos.

·        Quem quisesse podia repetir. Não havia regras de quantos cada um podia pegar.

·        Comeram até se fartar e sobraram ainda doze cestos.

17 - Todos comeram e ficaram satisfeitos, e os discípulos recolheram doze cestos cheios de pedaços que sobraram” (Lucas 9:10-17).

·        Tiveram que doar o que sobrou.

1. JESUS E A MULTIDÃO - Como Jesus lidava com as multidões:

A igreja não pode ser um grupinho fechado que só lida consigo mesmo. Não podemos ser enquadrados num modelo de espiritualidade que nos torna pessoas isoladas e improdutivas.

Ele tinha compromisso com as multidões e Ele atendia as pessoas.

·        Ele atenderia telefone se tivesse;

·        Ele pousaria para as fotos;

·        Ele tinha vida agitada e ainda acolhia as multidões;

·        As multidões vinham por interesse. Queriam comer, serem curados, ouvir uma palavra bonita. Mas mesmo assim Jesus as acolhia.

·        Jesus falava com eles acerca do reino de Deus.

------ O -------

2. O REINO DE DEUS HAVIA CHEGADO - Quando João Batista começou a pregar ele anunciava que o Reino de Deus estava próximo. Agora Jesus estava mostrando que o Reino de Deus já havia chegado.

O reino de Deus começa no coração dos homens de Deus que querem viver debaixo do governo, cuidado, princípios e valores de Deus.

 Jesus curava as enfermidades.

Ex: Quando você está com pouco tempo de vida, por causa de uma doença, você pede oração. Mas se você vai ao médico e ele diz: Você tem gastrite, ou estresse (doenças consideradas comuns) você não busca a Deus porque acha que os medicamentos vão resolver.

Naquele tempo não havia ajuda médica como as que temos hoje. As pessoas que estavam buscando cura, o faziam por uma dor de dente, ou qualquer doença simples ou grave como a lepra.

Jesus se importava com tudo. Ele tinha compaixão.

------ o ------

3. JESUS ESTÁ AQUI - Não estamos aqui falando de um Jesus de 2000 anos atrás. Hoje Ele ainda é o mesmo e continua vivo no meio do seu povo fazendo esta obra. Ele disse que estaria onde dois ou três estivessem reunidos. Ele se encontra aqui. No nosso meio. Nós cremos nisso?

Se nós tivéssemos plena convicção de que Jesus está aqui hoje, em nosso meio, e acreditássemos nisso pra valer, chegaríamos mais cedo e ninguém ficaria em casa. Deixaríamos o cristianismo teórico, a mera religião.

Se você acreditasse nisso, então iria agora mesmo tocar as vestes de Jesus para ser curado. Jesus sabe o nome de cada um e sabe a crise que cada um está enfrentando. Jesus é o centro neste lugar. É por causa dele que estamos aqui. A falta de fé bloqueia as bênçãos.

A nossa motivação às vezes está errada, mas Jesus nos acolhe e nos muda. Quando entendemos quem é Jesus e nos rendemos a Ele, nos tornamos discípulos e seus seguidores.

------ o ------

4. OS DISCÍPULOS - Aqueles mesmos homens que disseram: “Jesus, mande embora a multidão”, eram os discípulos que Jesus tinha para enviar.

·        Talvez você seja também alguém que tem suas soluções naturais para a vida, mas Jesus quer trazer uma solução diferente, milagrosa.

Na caminhada cristã, quando nos rendemos a Jesus, somos muito tocados pelo seu amor e somos muito sensibilizados. Fazemos coisas diferentes por causa da paixão. Mas com o passar do tempo, parece que isso vai se esfriando. Aqueles que não perdiam um culto, dizem; “Hoje não vou a igreja”. Perdeu o primeiro amor e isso nos tira o prazer de estar na presença de Deus. Isso é um perigo!

·        Você orava tanto e agora começa a orar e dorme. No dia seguinte acorda e diz: “Amém! ”

·        Para experimentarmos esta mesma paixão precisamos de um novo começo. Nunca é tarde para recomeçar!

Quando Jesus fez o milagre dos pães, Ele queria mostrar algo novo para seus discípulos, para que eles também entendessem que eram pessoas que deveriam pegar o cesto para servir. Pessoas que participam ativamente da batalha.

·        Pegue o cesto e comece a servir e você vai ver o quanto é bom alimentar o outro, ajudar o carente.

Se não pegarmos o cesto e formos na direção de quem precisa, não entenderemos o poder de Deus. O poder de Deus na vida da pessoa revitaliza a fé de quem distribui.

Na medida em que caminhamos e vemos Deus fazendo através de nós e apesar de nós, nossa fé é revitalizada. É aí que nos sentimos incluídos.

Enquanto eu sou filho, eu recebo comida no prato, mamadeira, mas a partir do momento em que eu cresço, sou eu quem precisa oferecer chamego, ajudar o outro. Sou gente grande eu vou ver o resultado do meu trabalho. Isso revitaliza minha fé.

------ o ------

CONCLUSÃO - Jesus sabe o que se passa em seu coração e neste instante Ele está desafiando você a deixar de esperar que alguém lhe sirva e comece você também a pegar o cesto.

Você vai ver que Jesus acolhe as multidões da mesma forma que ele acolhe seus discípulos, mas constantemente Jesus está chamando pessoas que estão no meio da multidão e chamando para ser discípulo.

Jesus pode fazer a cura que você precisa, Ele pode lhe dar o que está pedindo. E você? Reconhece que ele está aqui pertinho de você?

Ele quer que você deixe de ser multidão e carregue a cesta.

 

© 2010 - Todos os direitos reservados Ministério Apostólico Luz para os Povos
www.luzparaospovos.org.br   webdesigner: cristiano souza   sistema: coweb