Domingo, 22 de outubro de 2017
"Precisamos seguir as pegadas de um Deus sonhador e não parar de sonhar, nunca." (Ap. Sinomar)

A QUE HORAS ESTAMOS NO RELÓGIO DE DEUS?

 Sugestão de Quebra gelo – Converse sobre os acontecimentos do mundo que nos alertam para o tempo do fim: Sobre o esfriamento nos relacionamentos; sobre as pessoas estarem cada vez mais egoístas; o culto ao corpo; a desonra aos pais e às autoridades em geral, etc.

INTRODUÇÃO – Precisamos entender, com base bíblica, os sinais dos tempos e as prioridades de Deus para esta última hora e para isso, hoje estaremos estudando a respeito das festas bíblicas e seus significados, pois elas estão relacionadas com a segunda vinda de Cristo. 

1 – AS TRÊS FASES DO PLANO DE DEUS – Páscoa, Pentecostes e Tabernáculos. Todos os anos o ciclo completo destas três festas tinha que ser completo e tinha que ser cumprido. Comemorar as festas não era opção, era mandamento. (Ex 23:14-17).

2 – Durante a Idade Média (Sec. XIV ao sec. XV), a experiência da salvação, assegurada pelo sangue do Cordeiro na Páscoa, foi perdida. Os homens ficaram em trevas, pensando que a salvação poderia ser alcançada por méritos próprios. Mas, com Martinho Lutero (autor da reforma Protestante) finalmente chegou-se ao tempo da restauração da verdadeira doutrina bíblica: “O justo viverá pela fé” – vale lembrar que neste ano completa-se 500 anos da Reforma Protestante.

Lutero estabeleceu quatro postulados da sua reforma: Só Jesus Cristo Salva; Só a Bíblia é a genuína Palavra de Deus; Só o sangue de Jesus purifica pecados; A salvação é pela graça divina e não por méritos humanos

3 – As três festas do Senhor eram divididas em sete: A Páscoa incluía: Páscoa, Pães Asmos e Primícias; O Pentecostes vinha sozinho; Tabernáculos incluía três períodos: Trombetas, Expiação e Tabernáculos.

– A festa das Trombetas e o Dia da Expiação se cumprirão pouco antes do Arrebatamento e da consumação de todas as coisas.

O que falta para Jesus voltar?

Se atentarmos para o calendário profético das festas do Senhor, fica claro que estamos entrando na Festa das Trombetas – ministério profético. Este é o momento de convocar o povo de Deus para ouvir o som das trombetas. Joel 2 começa a se cumprir. Está se levantando um povo forte e poderoso na Terra (Igreja em Células) para conquistar cidades e nações para Deus. – As trombetas representam a proclamação da Palavra Profética por todo o mundo. A igreja profética é a boca de Deus falando.

O que as trombetas vão anunciar? Chega de falsificações… Chega de evangelho sem compromisso… Chega de fermento – chega de mistura… Chega de cristianismo sem cruz. 

4 – Chegou o tempo da restauração de todas as coisas: Tempo de centralizar Jesus; Tempo da noiva clamar pelo noivo; Tempo de gloriarmos somente na cruz; Tempo de um profundo arrependimento; Tempo do Espírito Santo santificar a noiva.

Logo após o dia das Trombetas vinha o dia da Expiação. Este não era o dia para arrependimento individual, mas um dia de arrependimento coletivo, manifestado por todo o povo. Era um dia de purificação do povo. Antes de julgar o mundo, Deus irá sarar a igreja. A partir daí, desse glorioso evento de arrependimento o Espírito e a noiva dirão: “VEM!”

ORAÇÃO – Com arrependimento e confissão de pecados. É tempo de purificação.

© 2010 - Todos os direitos reservados Ministério Apostólico Luz para os Povos
www.luzparaospovos.org.br   webdesigner: cristiano souza   sistema: coweb