Quarta, 13 de dezembro de 2017
"Deus, em sua sabedoria, faz com que as mais belas rosas nasçam entre espinhos para que não sejam soberbas" (Ap. Sinomar).

O ARREBATAMENTO DA IGREJA

 1ª SEMANA 

INTRODUÇÃO

A Bíblia nos ensina que chegará o dia em que muitas pessoas desaparecerão da face da Terra. Cremos que Deus tem abreviado os dias e esse acontecimento se dará mais breve do que podemos imaginar. A esse acontecimento a Palavra de Deus chama de ARREBATAMENTO DA IGREJA.

“Que o próprio Deus da paz os santifique inteiramente. Que todo o espírito, alma e corpo de vocês seja conservado irrepreensível na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo” (1 Ts 5:23).

“Eis que eu lhes digo um mistério: nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados, num momento, num abrir e fechar de olhos, ao som da última trombeta. Pois a trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis e nós seremos transformados. Pois é necessário que aquilo que é corruptível se revista de incorruptibilidade, e aquilo que é mortal, se revista de imortalidade” (1 Co 15:51-53).

“Dizemos a vocês, pela palavra do Senhor, que nós, os que estivermos vivos, os que ficarmos até a vinda do Senhor, certamente não precederemos os que dormem. Pois, dada a ordem, com a voz do arcanjo e o ressoar da trombeta de Deus, o próprio Senhor descerá do céu, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois disso, os que estivermos vivos seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, para o encontro com o Senhor nos ares. E assim estaremos com o Senhor para sempre” (1 Ts 4:15-17).

ILUSTRAÇÃO – Dilúvio (Gn 6:17; 7:4,11,12) – As pessoas não acreditavam que o dilúvio iria acontecer, pois nunca havia chovido sobre a Terra.

- Base Bíbica para o Arrebatamento

1. Não vos deixarei órfãos, voltarei (Jo 14.18)

2. Quem estiver salvo, na volta do Senhor, será arrebatado (1 Ts 4:16,17)

3. Vós me vereis de novo (Jo 14:19)

4. Eis que venho sem demora (Ap 3:11)

- Exemplos de Arrebatamento

1. Arrebatamento do espírito (Paulo) – (2 Ts 12:2)

2. Arrebatamento do corpo, alma e espírito (Filipe) – (At 8:9)

3. Arrebatamento pleno (Elias) – (2 Re 2:11). Elias foi transformado nos ares – carne e sangue não herdam o reino do Deus (Ap 3:11)

 

A profecia dos eventos escatológicos ocupa aproximadamente ¼ das Escrituras. A profecia mais relevante da Bíblia, se refere à volta de Cristo a este mundo.

 

Todas as 269 profecias da primeira vinda se cumpriram literalmente... alguns exemplos:

1. O Cristo nasceria de uma virgem (Is 7:14 e Mt 1:23).

2. Nasceria num vilarejo chamado Belém da Judéia (Miq 5:2 e Mt 2:6).

3. Seria chamado nazareno – (Mt 2:23 e Is 11:1).

4. Seria levado para o Egito pelos seus pais – (Mt 2:13-14; Os 11:1)

5. Seria traído e vendido por 30 moedas – (Mt 27:9 e Zc 11:13).

6. Seria traspassado nas mãos e pés (Is 53:5 e Mt 27:35)

7. Suas vestes seriam repartidas (Mt 27:35 e Sl 22:18).

8. Seria colocado no túmulo de um homem rico (Is 53:9 e Lucas 23:50-53).

9. Diria na cruz – “Deus meu Deus meu, por que me desamparaste”? (Sl 22:1 e Mt 27:46).

10. Seria criticado (Sl 22:8 e At 27:43).

 

A SEGUNDA VINDA DE CRISTO (Arrebatamento)

Daqui para frente este será o evento de maior prioridade pelos estudiosos da Bíblia. Somos recomendados a vigiar, preparando-nos para aquele dia.

- O arrebatamento será o evento profético que precederá a todos os outros eventos escatológicos que tenham relação com a vinda visível do Senhor Jesus à Terra.

- Sete anos depois do Arrebatamento, Jesus voltará de maneira visível: “Eis que ele vem com as nuvens, e todo olho o verá, até mesmo aqueles que o traspassaram; e todos os povos da terra se lamentarão por causa dele. Assim será! Amém” (Ap 1:70). Ler também (At 1:9-11).

- POR QUE A IGREJA SERÁ ARREBATADA?

A. Para que se cumpra a promessa do Senhor: (Hb 10:36,37) – “Alcançar a Promessa”.

B. Para livrar a Igreja da Grande Tribulação: (Dn 12:1 e 1 Ts 5:9) – “Ira” sempre é uma referência à grande tribulação (Rm 5:9 e 1 Ts 1:10 e Ap 3:10).

DEUS É JUSTO

Deus é justo e fará justiça àqueles que o amam e o servem com fidelidade.

 

Seria injusto a Igreja passar pela grande tribulação, pois esse juízo terá a finalidade de punir o mundo incrédulo.

 

O profeta Malaquias falando do juízo vindouro fecha o assunto dizendo: “Então vocês verão novamente a diferença entre o justo e o ímpio, entre os que servem a Deus e os que não o servem” (Ml 3:18).

O arrebatamento é para consumar a salvação e a glorificação dos filhos de Deus (Rm 8:17 e 2 Ts 1:10).

O arrebatamento nos levará diretamente ao tribunal de Cristo. Lá, diz a Bíblia, receberemos ou não o “galardão” prometido por Jesus pelos serviços prestados a Deus aqui na Terra: “Pois todos nós devemos comparecer perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba de acordo com as obras praticadas por meio do corpo, quer sejam boas quer sejam más” (2 Co 5:10).

- Não será um juízo para condenação, mas pelo contrário, será um evento solene onde o próprio juiz do Universo, dará a cada um dos salvos a recompensa que Jesus chamava de galardão.

- No tribunal será julgada a conduta, as nossas obras, para fins de premiação.

- De acordo com Romanos 14:10-12, todos os nossos atos serão levados em conta, quando “cada um de nós” comparecer diante do Tribunal de Deus. Deus é justo. Hoje, muita gente é dissimulada, mas naquele dia ninguém poderá dar um “jeitinho”. Tudo ficará patente e claro. A coroa que vamos receber tem nome:

Agora me está reservada a coroa da justiça, que o Senhor, justo Juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amam a sua vinda. (2 Tm 4:8).

Portanto, tudo está sendo registrado nos céus. Tudo o que fizermos, devemos fazer para Deus. Veja a orientação do Apóstolo Paulo.

“Tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para o Senhor, e não para os homens, sabendo que receberão do Senhor a recompensa da herança. É a Cristo, o Senhor, que vocês estão servindo” (Cl 3:23,24).

 Logo depois do Arrebatamento vamos participar das Bodas do Cordeiro. Será o casamento de Cristo com sua Igreja – este é o assunto da próxima palavra.

© 2010 - Todos os direitos reservados Ministério Apostólico Luz para os Povos
www.luzparaospovos.org.br   webdesigner: cristiano souza   sistema: coweb