Quinta, 18 de outubro de 2018
"Deus, em sua sabedoria, faz com que as mais belas rosas nasçam entre espinhos para que não sejam soberbas" (Ap. Sinomar).

EU DECIDO PELA PRESENÇA DE DEUS

TEXTO – Êx 33:1-3

 “Depois ordenou o Senhor a Moisés: Saia deste lugar, com o povo que você tirou do Egito, e vá para a terra que prometi com juramento a Abraão, a Isaque e a Jacó, dizendo: Eu a darei a seus descendentes. Mandarei à sua frente um anjo e expulsarei os cananeus, os amorreus, os hititas, os ferezeus, os heveus e os jebuseus. Vão para a terra onde manam leite e mel. Mas eu não irei com vocês, pois vocês são um povo obstinado, e eu poderia destruí-los no caminho”.

 

INTRODUÇÃO

 

Deus tem feito grandes coisas, mas o ser humano é muito incrédulo e ingrato. Isso fere o coração de Deus e nos afasta da sua presença.

 

Repare no texto que diz: “O povo que você tirou da terra do Egito”. Deus não diz “meu povo”. E ainda mais: “Eu não andarei com vocês”, ou, em outra tradução, “Eu não andarei no meio desse povo, você deve conduzi-los”. “Se eu for com o povo haverá muitas mortes e destruição...”.

 

A presença de Deus é santa e essa santidade se contrapões a todo tipo de rebelião. Aqui em Êxodo 33, dos versos 7 ao 9, existe um tremendo contraste: Quando alguém saía à porta da sua tenda, nada acontecia, mas quando Moisés saía, o Senhor descia e falava com ele. Todo povo ficava atento para saber o que Deus falaria.

 

Hoje fazemos a mesma coisa: Ao invés de buscamos a face de Deus, procuramos os santos vivos: O pastor, o sacerdote, os profetas, enfim, procuramos alguém que fale para nós aquilo que Deus está pretendendo. Qual o recado do céu?

 

Meu povo foi destruído por falta de conhecimento. Uma vez que vocês rejeitaram o conhecimento, eu também os rejeito como meus sacerdotes; uma vez que vocês ignoraram a lei do seu Deus, eu também ignorarei seus filhos” (Os 4:6).

 

Muitas vezes erramos o alvo por ouvirmos uma palavra que não procedeu de Deus. Entre os doze espias, Deus escolheu Josué e Calebe. Por que será que Deus escolheu Josué, o mais novo e não Calebe, que era muito mais experiente? A resposta está aqui em Êxodo 33:11: “O Senhor falava com Moisés face a face, como quem fala com seu amigo. Depois Moisés voltava ao acampamento; mas Josué, filho de Num, que lhe servia como auxiliar, não se afastava da tenda”.

 

Deus fala com aqueles que o buscam, que estão na brecha. Orei com um grupo por dois anos consecutivos, no final daquele período Deus me chamou para o ministério (conte a sua experiência pessoal).

 

Nunca encontramos Calebe permanecendo na presença de Deus, mas “Josué não se apartava da tenda”. Você se lembra de Elizeu? Ele era um fazendeiro... O seu chamado está lá no capítulo 2 de II Reis. Veja os versos 2,4,6 e 9: “E no caminho disse-lhe Elias: Fique aqui, pois o Senhor me enviou a Betel. Eliseu, porém, disse: Juro pelo nome do Senhor e por tua vida, que não te deixarei ir só. Então foram a Betel” (II Rs 2:2).

 

“Então Elias lhe disse: Fique aqui, Eliseu, pois o Senhor me enviou a Jericó. Ele respondeu: Juro pelo nome do Senhor e por tua vida que não te deixarei ir só. Desceram então a Jericó” (II Rs 2:4).

 

“Em seguida Elias lhe disse: Fique aqui, pois o Senhor me enviou ao rio Jordão. Ele respondeu: Juro pelo nome do Senhor e por tua vida, que não te deixarei ir só! Então partiram juntos” (II Rs 2:6).

 

“Depois de atravessar, Elias disse a Eliseu: O que posso fazer por você antes que eu seja levado para longe de você? Respondeu Eliseu: Faze de mim o principal herdeiro de teu espírito profético” (II Rs 2:9).

 

·         Eliseu era desesperado pela presença de Deus e ficava maravilhado ao ver o que Deus fazia na vida de Elias. Elias também amava Eliseu e perguntou-lhe (V.9): “O que posso fazer por você? Em outra tradução, “pede-me o que queres que eu te faça”.

·         Eliseu pediu porção dobrada do Espírito que operava em Elias: “Eu quero é o poder de Deus”, “Eu quero viver no sobrenatural”, “Eu quero a presença de Deus”.

·         Deus não está procurando pessoas inteligentes, diplomadas, Ele procura e usa pessoas que queiram estar na sua presença. Ex: Simeão e Ana (confira Lucas 2:25,26 e versos 36 a 38).

 

O profeta Daniel deixava tudo para estar com Deus três vezes: “Quando Daniel soube que o decreto tinha sido publicado, foi para casa, para o seu quarto, no andar de cima, onde as janelas davam para Jerusalém. Três vezes por dia ele se ajoelhava e orava, agradecendo ao seu Deus, como costumava fazer” (Dn 6:10). A ele foi revelado todos os mistérios do mundo vindouro.

 

Jesus procura na Terra uma classe especial de pessoas. Disse Jesus para a mulher samaritana: “Meu Pai procura adoradores” (Jo 4:33).

- Adoração fala de intimidade; de comunhão intensa.

- Toda atenção do adorador é voltada para Deus.

- O maior desejo do coração de Deus é voltar a ter comunhão íntima com o homem.

 

Durante a caminhada para a Terra Prometida, Deus fez grandes coisas. Qual foi a finalidade dele em fazer tudo aquilo?

- Demostrar poder? Deus não precisa provar nada a ninguém.

- Deus queria atrair o povo para si.

- A própria Terra Prometida era apenas uma isca, um pretexto.

- Deus não quer apenas nos dar coisas. Ele quer ter comunhão conosco.

 

E hoje? Queremos Deus? Queremos sua presença ou estamos no arraial à procura de bênçãos materiais e favores especiais? Voltemos ao texto:

 

Moisés sobe ao monte para ficar ali 40 dias a sós com Deus (Êxodo 32). É claro que algo tremendo aconteceria. De repente Moisés nota que Deus está irado com o povo por causa da construção de um bezerro de ouro. O povo dizia: “São estes, ó Israel, os teus deuses”... (Vss 7 e 8): “Então o Senhor disse a Moisés: Desça, porque o seu povo, que você tirou do Egito, corrompeu-se. Muito depressa se desviaram daquilo que lhes ordenei e fizeram um ídolo em forma de bezerro, curvaram-se diante dele, ofereceram-lhe sacrifícios, e disseram: Eis aí, ó Israel, os seus deuses que tiraram vocês do Egito” (Êx 32:7-8).

 

- Essa atitude do povo feriu profundamente o coração amoroso de Deus.

- Deus fica irado e diz a Moisés: “Leva você esse povo... eu não irei com vocês...”.

 

Ora, a ausência de Deus em nossas vidas é morte certa. Foi a presença de Deus que livrou o povo de Israel no deserto de doenças, de fome, das serpentes, escorpiões, etc.

 

No capítulo 33, versos 12,13 e 14, Moisés intercede pelo povo e aplaca a ira de Deus: “Disse Moisés ao Senhor: Tu me ordenaste: Conduza este povo, mas não me permites saber quem enviarás comigo. Disseste: Eu o conheço pelo nome e de você tenho me agradado. Se me vês com agrado, revela-me os teus propósitos, para que eu te conheça e continue sendo aceito por ti. Lembra-te de que esta nação é o teu povo. Respondeu o Senhor: Eu mesmo o acompanharei, e lhe darei descanso" (Êx 33:12-14).

 

A presença de Deus é tudo: É vida, saúde, proteção, prosperidade, é tudo. No Salmo 16:11 o salmista afirma: “Na tua presença há plenitude de alegria, na tua destra, delícias perpetuamente”.

- De alguma forma Deus está sempre nos atraindo.

- Deus usou a sarça ardente para atrair Moisés.

 

Nós queremos primeiro os milagres de Deus, mas Deus deseja primeiro ter comunhão íntima conosco. Queridos, aquilo que é espetacular, miraculoso, sobrenatural, não é um fim em si mesmo. Tudo são meios que Deus usa para alcançar os seus propósitos. Deus não queria o filho de Abraão em sacrifício, Deus queria o coração de Abraão para cumprir nele o seu propósito. Tanto é assim que Deus lhe devolveu o filho. Isaque era um tipo de Cristo.

 

CONCLUSÃO

 

Moisés amou a presença de Deus mais do que qualquer outro homem. Deus então resolveu falar com ele face a face (Êx 33:11): “O Senhor falava com Moisés face a face, como quem fala com seu amigo. Depois Moisés voltava ao acampamento; mas Josué, filho de Num, que lhe servia como auxiliar, não se afastava da tenda”.

 

Você ainda não percebeu que Deus está lhe chamando?

 

Tudo o que está acontecendo em sua vida é Deus lhe atraindo para Ele. O salmista no Salmo 31:8-9 afirma: “Eu o instruirei e o ensinarei no caminho que você deve seguir; eu o aconselharei e cuidarei de você. Não sejam como o cavalo ou o burro, que não têm entendimento, mas precisam ser controlados com freios e rédeas, caso contrário não obedecem”.

 

- Não seja como uma mula, sem entendimento.

- Hoje Deus lhe chama para a obediência.

- Deus não quer apenas nos abençoar. Ele nos quer para si, como propriedade exclusiva. Ele quer uma relação íntima com cada um de nós. E aí? O QUE VOCÊ DECIDE?

 

O homem um dia rejeitou a Árvore da Vida. Foi uma decisão errada. Mas Deus criou um caminho de volta: Jesus.

 

Quem hoje quer voltar para os braços do Pai?

 

© 2010 - Todos os direitos reservados Ministério Apostólico Luz para os Povos
www.luzparaospovos.org.br   webdesigner: cristiano souza   sistema: coweb