Quarta, 13 de dezembro de 2017
"A melhor maneira de vencer o inimigo é transformá-lo em amigo" (Ap. Sinomar).

O SEGREDO DE ISAQUE

SÉRIE: " COMO PROSPERAR EM TEMPO DE CRISE " 

TERCEIRA PALAVRA

TEXTO – Gn 26:1-6,12

“Houve fome naquela terra, como tinha acontecido no tempo de Abraão. Por isso Isaque foi para Gerar, onde Abimeleque era o rei dos filisteus. O Senhor apareceu a Isaque e disse: Não desça ao Egito; procure estabelecer-se na terra que eu lhe indicar. Permaneça nesta terra mais um pouco, e eu estarei com você e o abençoarei. Porque a você e a seus descendentes darei todas estas terras e confirmarei o juramento que fiz a seu pai Abraão. Tornarei seus descendentes tão numerosos como as estrelas do céu e lhes darei todas estas terras; e por meio da sua descendência todos os povos da terra serão abençoados, porque Abraão me obedeceu e guardou meus preceitos, meus mandamentos, meus decretos e minhas leis. Assim Isaque ficou em Gerar”.

INTRODUÇÃO - Imagine um investimento que dá um retorno de cem por um, em um ano? Você coloca o valor de R$1.000,00 no início do ano, em janeiro, e no final do ano, em dezembro, a sua aplicação lhe rendeu R$100.000,00.

Isaque, filho de Abraão, experimentou essa unção de CEM por UM (ver o v.12): Isaque formou lavoura naquela terra e no mesmo ano colheu a cem por um, porque o Senhor o abençoou.

·         Você gostaria de descobrir um negócio desses?

·         Você gostaria de viver sob essa unção?

As promessas de Deus são para todos: Para Isaque, para mim e para você.

1 – PALAVRA RHEMA

É aquela palavra revelada diretamente a nós, quando somos ousados – confiamos nas promessas de Deus e somos fiéis.

·         Deus disse a Isaque que ele seria próspero – ele creu.

·         Isaque foi morar e Gerar – foi obediente e fiel à Palavra.

·         Isaque plantou em tempo de seca e escassez – foi ousado (contar aqui alguma experiência).

Você deseja a unção de Isaque? Ela produz prosperidade e até riquezas. Ouça: Essas bênçãos de Deus normalmente vêm em pacotes fechados, como aquelas caixas de bombons com sabores sortidos.

A prosperidade é assim: juntamente com os bombons doces, vêm, também, os chocolates amargos e até quebra-queixos, sem contar os de sabor esquisito. Logo que Isaque ficou muito rico, descobriu que na sua caixinha de bênçãos, havia, também, coisas amargas.

Queremos citar três exemplos:

1 - A inveja – A primeira coisa que a nossa prosperidade desperta é a inveja nos outros. Se você é uma pessoa simples, sem muita expressão, parece que ninguém se importa com sua vida. Enquanto você não incomoda, todos lhe deixam em paz. Mas quando começa a prosperar, vai lhe acontecer o que aconteceu com Isaque: “Possuía tantos rebanhos e servos que os filisteus o invejavam”.

Observação: Procure ilustrar isso: “Fulano de tal tem uma bicicleta e ninguém liga; se compra um FIAT zero, os vizinhos já ficam olhando pela janela e fazendo conjecturas. Se comprar uma BMW está vendendo maconha ou feijão (Produza ilustrações).

Imagine um crente fiel que viveu quinze anos na escassez, mas de repente aprende sobre os princípios da prosperidade. Deus lhe abre as portas e, em poucos anos, fica rico. Leva a esposa na melhor loja da cidade e resolve comprar um fogão último tipo, importado do Japão: seis bocas, branco esmaltado, controle remoto, relógio digital, despertador, som e até TV embutida. Os familiares ficam sabendo e todos vão ver o novo fogão. Os vizinhos curiosos – que não varrem a calçada há meses – pegam suas vassouras e vão para fora. O outro pega a mangueira e vai lavar o carro. Ficam conversando e conjecturando: “O que está acontecendo”? O primeiro não varre a calçada e o outro não lava o carro, nem abre a torneira. Quando chega o fogão, começam os comentários invejosos.

·         É impossível prosperar sem ter que conviver com a inveja. Mas nós não devemos esconder as bênçãos que Deus nos dá. Pode ser uma oportunidade para um belo testemunho.

·         Infelizmente existe inveja dentro da igreja – Você é muito abençoado e lá está aquele irmãozinho que parece estar orando, muito fervoroso e contrito, mas ele está reclamando e murmurando por causa da prosperidade de outros irmãos.

É inevitável prosperar sem ter desconfortos com a inveja.

2 – POÇOS ENTULHADOS

A segunda coisa que vem no pacote da prosperidade são as resistências. É difícil prosperar sem acontecer que alguém venha tentar entulhar os seus poços (Gn 26:13-15): “O homem enriqueceu, e a sua riqueza continuou a aumentar, até que ficou riquíssimo. Possuía tantos rebanhos e servos que os filisteus o invejavam. Estes taparam todos os poços que os servos de Abraão, pai de Isaque, tinham cavado na sua época, enchendo-os de terra”.

Você é um homem ou mulher de Deus e plenamente fiel nas primícias, dízimos e ofertas. Com certeza vai prosperar. Se você trabalha numa empresa, vai crescer e vai sobressair-se. Lembra de José no Egito? De Daniel na Babilônia? – ilustre isso.

Muitas vezes em nosso local de trabalho tentarão entulhar os nossos poços, que são as nossas ferramentas de trabalho.

- Se você tem uma empresa e começa a ficar rico, logo tentarão lhe criar problemas, difamando você e o seu produto, o seu serviço e a sua credibilidade. Mas lembre-se: Quanto maior a vidraça, maiores são as pedras.

Quando começamos a crescer o número de pedradas é maior e o tamanho das pedras aumentam. (Dar exemplos).

É por isso que muitos até prosperam, mas não estão preparados para ficar ricos. Pessoas de estrutura frágil quando ficam ricos caem em muitas tentações e sucumbem (1 Tm 6:9-10): “Os que querem ficar ricos caem em tentação, em armadilhas e em muitos desejos descontrolados e nocivos, que levam os homens a mergulharem na ruína e na destruição, pois o amor ao dinheiro é raiz de todos os males. Algumas pessoas, por cobiçarem o dinheiro, desviaram-se da fé e se atormentaram a si mesmas com muitos sofrimentos”.

3 – O PROBLEMA DAS SEPARAÇÕES

Este é o terceiro problema que vem no pacote das muitas riquezas. Leia Gn 26:16: “Então Abimeleque pediu a Isaque: Sai de nossa terra, pois já és poderoso demais para nós".

O mesmo homem que acolheu Isaque com amor, agora deseja tê-lo longe de si. O seu antigo protetor agora sente-se ameaçado.

Muitos não conseguem caminhar com alguém que está prosperando muito, pois não suportam ver o que Deus está fazendo naquela vida. Abimeleque disse a Isaque: “Aparta-te de mim, porque já és mais do que eu”. A inveja cega. Abimeleque não procurou saber o que estava acontecendo com Isaque.

Na caminhada do ministério alguns nos abandonam porque não conseguem caminhar conosco, quando estamos prosperando (dar exemplos). É lógico que algumas perdas são verdadeiros livramentos. Assim aconteceu, por exemplo, a Abraão com respeito a seu sobrinho Ló. Lemos em Gênesis 13:14: “Disse o Senhor a Abrão, depois que Ló separou-se dele: De onde você está, olhe para o Norte, para o Sul, para o Leste e para o Oeste”.

Enquanto Ló estava ao lado de Abraão, toda a sua energia e tempo gasto era para cuidar dos problemas que Ló lhe causava (Gn 13:8-11): “Então Abrão disse a Ló: Não haja desavença entre mim e você, ou entre os seus pastores e os meus; afinal somos irmãos! Aí está a terra inteira diante de você. Vamos nos separar! Se você for para a esquerda, irei para a direita; se for para a direita, irei para a esquerda. Olhou então Ló e viu todo o vale do Jordão, todo ele bem irrigado, até Zoar; era como o jardim do Senhor, como a terra do Egito. Isto se deu antes do Senhor destruir Sodoma e Gomorra. Ló escolheu todo o vale do Jordão e partiu em direção ao Leste. Assim os dois se separaram”.

Se você realmente quer prosperar, não dá para caminhar tendo um Ló ao lado.

CONCLUSÃO: O SEGREDO DA UNÇÃO

Os inimigos de Isaque tentaram entulhar os poços para que ele não prosperasse, mas a unção não está no poço, mas sobre o dono do poço. O abençoado ali era Isaque.

A unção está sobre nós e não em nosso emprego ou trabalho. “Uma porta se fecha aqui, outras portas se abrem ali” (Kleber Lucas).

Se alguém tentar lhe prejudicar no trabalho, fique tranquilo. A unção está sobre você. Tome posse do texto de Deuteronômio 28:1-13 (peça a igreja para repetir o texto com você).

 

Ap. Sinomar Silveira

© 2010 - Todos os direitos reservados Ministério Apostólico Luz para os Povos
www.luzparaospovos.org.br   webdesigner: cristiano souza   sistema: coweb